BLACK FRIDAY: COMO SUA MENTE REAGE AO ESTÍMULO DE CONSUMO


Você está preparado para o bombardeio de ofertas de Black Friday? A mão chega a coçar só de imaginar as ofertas surgindo. Você já se perguntou o motivo disso? Existem inúmeras influências psicológicas, conscientes e inconscientes, que afetam as decisões de consumo das pessoas, especialmente neste tipo de ocasião. O varejo sabendo disso  bombardeia os potenciais compradores com anúncios tentadores e vendedores bem treinados e insistentes.

Black Friday | MOTHER Nutrients

Para evitar compras e gastos desnecessários, é importante entender como sua mente reage aos estímulos associados à Black Friday. Claro que é ótimo poder aproveitar as vendas para comprar algo que você realmente precisa, mas cuidado para não sucumbir às tentações do consumo - pode ser ruim para você, para a sociedade e para o meio ambiente.

Os varejistas induzem os consumidores a comprar usando estímulos aliciantes que não registramos conscientemente. Estas táticas derivam do campo da economia comportamental, que utiliza a psicologia para modelar os processos de tomada de decisão do consumidor. Reconhecendo algumas destas estratégias testadas ao longo do tempo, podemos evitar ser enganados por estes estímulos.

"As decisões dos consumidores são influenciadas pelo cansaço, preguiça e outras condições. Usando o autoconhecimento, o consumidor pode desenvolver estratégias para se proteger das tentações", explica a economista Flávia Ávila, que vem estudando o tema há 15 anos. Flávia, fundadora da consultoria InBehaviourLab e coordenadora do primeiro programa de pós-graduação e MBA em Economia Comportamental da ESPM, explica que a mente humana usa dois sistemas para tomar decisões: um é rápido, automático e intuitivo, enquanto o outro é mais lento, mais deliberativo e racional e requer concentração. 

Ambos desempenham um papel muito importante nas nossas vidas. Nosso lado intuitivo e espontâneo é essencial para a sobrevivência humana - e é responsável por reações rápidas e quase imediatas em resposta a um evento externo. É o tipo de impulso que o faz retirar espontaneamente a mão de uma superfície quente, por exemplo. Mas, como ele está constantemente "conectado" ao nosso ambiente, o sistema "rápido" também responde a estímulos como os da Black Friday, levando à compra por impulso.

Pausa para reflexão desencadeia a parte racional do cérebro, o que traz uma nova perspectiva para o que está realmente acontecendo. Esta oferta é assim tão imperdível? Conhecer as estratégias de venda ajuda a reconhecer a sensação induzida.

Aprenda a identificar alguns dos comportamentos que nos levam a fazer compras desnecessárias. Reconhecendo-os, você será mais capaz de evitar consequências não intencionais. Aqui estão alguns exemplos:

MENTALIDADE DE REBANHO

Quando uma pessoa não sabe o que fazer, acompanha a multidão e tende a fazer o que os outros estão fazendo, diz Flávia Ávila. "Consumidores sem pensar vão com o fluxo. Eles vêem todo mundo comprando, e querem comprar também.”

Uma das razões pelas quais as pessoas seguem os outros é o medo de perder. "As pessoas gostam de mostrar que aproveitaram uma oferta especial, que conseguiram a melhor compra", diz Flávia. Dessa forma, se todos os nossos amigos, familiares e colegas de trabalho estão falando de Black Friday, nossa reação natural é seguir o "rebanho".

Então, para evitar compras desnecessárias, tome cuidado para não se deixar levar pela multidão. Só porque a loja está cheia e todos têm as mãos cheias de sacolas de compras, não significa que a oferta vale realmente a pena e você tem que comprar. É provável que eles mesmos estejam comprando por impulso também.

CURVAR-SE À PRESSÃO

Diferentes tipos de pressão podem induzir compras desnecessárias. Os vendedores capitalizam isso quando sugerem que o item que você está vendo é o "último em estoque". Nesses casos, é melhor fazer uma pausa para aliviar a pressão. Em caso de dúvida, saia da loja.

Algo importante a ser salientado é que você não deve nada ao vendedor, mesmo que ele seja útil e simpático. Se não estiver interessado, agradeça e saia calmamente da loja.

Quando se trata de compras online, cuidado com os cronômetros de contagem regressiva que pressionam o cliente, colocando uma restrição de tempo sobre eles. Lembre-se que este tipo de pressão é geralmente artificial e é usado para fazer com que você compre sem pensar.

COMPRAR PARA NÃO DESPERDIÇAR A VIAGEM

Você já foi atraído por um anúncio de Black Friday nas redes sociais e quando você está prestes a pagar você percebe que o produto não está mais disponível? E nessa você já passou muito tempo navegando, então você decide comprar outra coisa para não "desperdiçar a viagem". Esse tipo de comportamento pode acabar levando a compras desnecessárias.

Pode parecer óbvio, mas ainda vale ressaltar que você pode simplesmente deixar a loja, shopping, mercado ou loja online de mãos vazias. Incrível, não? O dinheiro que você poderia ter gasto em algo que você não precisa pode ser guardado ou até mesmo usado para comprar algo que você realmente precisa.

IMEDIATISMO

"Oferta imperdível, compre agora!". Na Black Friday, os varejistas criam um senso de "urgência" para atrair os consumidores a tomar decisões de compra impulsivas, precipitadamente. No entanto, buscar gratificação instantânea através do prazer de comprar pode levar a compras desnecessárias.

Então, antes de comprar, faça a si mesmo a seguinte pergunta: esta compra vale realmente a pena ou estou sendo levado a acreditar que vale? Se você realmente precisa do produto, compare preços e espere o momento certo para fazer a compra a um preço que realmente valha a pena. Se não comparar o preço do produto, não pode ter a certeza de que o desconto seja bom mesmo.

"SÓ DESTA VEZ"

Uma boa "desculpa" pra abrir a carteira na Black Friday é "Eu posso fazer uma comprinha, vai! Só desta vez". Para evitar que o "só desta vez" acabe saindo de controle, verifique se o desconto é realmente tão bom quanto parece e faça a compra apenas se você realmente sente que vale a pena. 

Não se esqueça, o consumo consciente deve ser um hábito permanente. E, particularmente na Black Friday, esta consciência é especialmente importante para lembrar que comprar coisas desnecessárias a metade do preço pode acabar saindo muito caro!

 

Leia também: Atletas que venceram o câncer de próstata e voltaram a brilhar.