ESTUDOS INDICAM QUE DIETAS À BASE DE PLANTAS SÃO MELHORES PARA O NOSSO PLANETA DO QUE CONSUMIR PRODUTOS LOCAIS


 





No nosso último post mostramos que mais de 100 milhões de Americanos irão tentar melhorar a sua alimentação em 2019 seguindo uma dieta à base de plantas. O que muitos ainda não sabem é que esta decisão não só faz um bem enorme para a sua própria saúde, mas também é o maior ato individual que podemos fazer para combater as mudanças climáticas.


Seguir uma dieta à base de plantas pode causar mais impactos positivos no planeta do que comprar de pequenos produtores locais, diz estudo (https://www.sciencedaily.com/releases/2018/10/181023110627.htm).

Em média, um cidadão europeu causa um impacto de aproximadamente 1.070kg (carnes e laticínios representam 70%) de CO2 por ano na nossa atmosfera, o mesmo número causado por gases emitidos por um veículo que percorreu uma distancia de 6.000km (um pouco menos que ir ate os EUA de carro).

"As pessoas tendem a acreditar que quanto mais local for o alimento, menos impacto ela estará gerando no planeta, porém não é assim que as coisas funcionam”, afirma Hugo Valin, pesquisador da IIASA. Ele completa ”No final do dia, o que realmente importa é o tipo de produto que você irá consumir que vai definir o impacto do mesmo no planeta.”

“Somos todos culturalmente conectados com o consumo da carne animal e produtos derivados de leite. Não precisamos parar de uma hora para outra de consumir estes produtos, mas precisamos ter a consciência de que a forma como nos alimentamos vem destruindo o nosso planeta.”

Venha plantar mudanças surpreendentes com a gente.

Obrigado.

Time MOTHER