Outubro Rosa: Muito além de um mês colorido


Por ano, estima-se que 57 mil novos casos de câncer de mama são identificados em nosso país. Só hoje, 156 brasileiras descobriram que têm a doença. Ainda, o câncer de mama representa 25% do total de novos casos de câncer em geral que são diagnosticados no Brasil a cada ano (INCA - Instituto Nacional de Câncer). São números gigantes, né?

Outubro Rosa | MOTHER Nutrients
Raquel Viel - Nadadora profissional

O mês de outubro costuma nos encher de histórias de luta e superação que inspiram. As marcas se pintam de rosa, campanhas das mais diversas surgem e tudo isso com o intuito de conscientizar sobre o autoexame para o diagnóstico precoce. Apesar da mamografia ser recomendada a partir dos 40 anos de idade – em alguns casos a partir dos 35, a melhor maneira de prevenir o câncer de mama é através do autoexame. Este exame deve ser feito mensalmente para avaliar quaisquer alterações nas mamas. Ah, e importantíssimo: o câncer de mama ocorre principalmente em mulheres, mas os homens também podem ter a doença. Em pesquisa do A.C.Camargo Câncer Center (2010), os pacientes que diagnosticaram a doença ainda em fase inicial possuíram índices de sucesso a partir de 91%, sendo os pacientes diagnosticados no estágio 0 possuindo 99% no índice de cura. 

Outubro rosa | MOTHER Nutrients
Jane Gogel - Atleta Paraolímpica 

É preciso ter muita força para passar por uma doença como o câncer de mama. A cobrança estética no Brasil é cruel e chega para todas - imagina ainda somada a uma série de exames, mastectomias e cirurgias. Com isso, é muito importante nós ressaltarmos exemplos incríveis de minas f*das que superaram a doença usando exercícios físicos como aliados em busca da cura da doença. Alguns dos nomes são de Deborah Aquino, maratonista que transformou sua luta em esperança sem deixar as pistas; Jane Gogel, atleta paraolímpica que se manteve praticando durante sua quimioterapia e não deixou o câncer vencer seu sonho de competir; e Raquel Viel, nadadora profissional que usou a prática da atividade para combater a depressão durante o tratamento; além de tantas outras mulheres admiráveis e vencedoras dessa batalha.

Outubro rosa | MOTHER Nutrients
Deborah Aquino - Maratonista

Ouvir e ler histórias de superação e cura sempre motivam e aquecem nosso coração. Com os diversos exemplos positivos que temos, é clara a importância do autoexame e do diagnóstico precoce. Apesar disso, falar especificamente sobre o autoexame do câncer em fase inicial infelizmente não é o mesmo que falar sobre a prevenção real e cuidados da doença. Dados do INCA comprovam que uma dieta rica em frutas e vegetais pode ser diretamente relacionada à prevenção ou controle da doença, assim como a prática de atividades físicas auxilia a prevenir a incidência do câncer mamário. E com isso surge o questionamento: Por que não ir além e repensar pequenas atitudes diárias de estilo de vida que impactam absurdamente o nosso bem estar em longo prazo? Vamos abordar outros assuntos além do autoexame? Refletir é preciso - e mudar pequenos comportamentos também.


Vamos juntos mudar hábitos, repensar o autocuidado e aumentar nosso bem-estar. Vamos cuidar do que está em nosso poder.

 

Feito por: @vegalizai

 

Leia também: Existe Ômega-3 Vegano?